Engraçado como tantos possuem o saber
Cada um sabe de mim mais do que eu
E meu saber desliza de ser em ser
Vou a enxergar quem admiro como meu céu

Tantos sujeitos supostos saber
O que sei, objeto de gozos, lazer
Transferindo meu ser
Sou menos eu que sou você

Trago minha esponja como apêndice
Sugo sua emoção como se minha fosse
Ajo de coração conforme suas crendices
Pra depois, com delicadeza, receber seu coice

~