De veio a gueto

Do mar ao lar

À tarde ou cedo

Do Sol ao luar

 

                                               Células
vivas a juntar

E a movimentar

Orvalhos, rizomas

Até barcos a
navegar

 

Donde vem o
brilho do nosso olhar?

Talvez da lente,
do cristalino, ou da luz solar…

 

Receio repentino

Talvez provindo

Da vã medida

De um céu estrelado

Visto acolá

 

Já o ar respiro

Falta aproveitar

Há muito espirro

Por alergiar…

                                   AAAA…tttccchhhiiiimmmm!... xD

~